28
Qui, Maio

Projeto é voltado para a rede pública e particular da cidade - Foto: Alex Ramos

Professores e outros funcionários da Educação de Niterói podem passar por testes de diagnóstico do novo coronavírus antes das aulas presenciais serem retomadas. A proposta foi aprovada em primeira discussão pela Câmara dos Vereadores em sessão plenária realizada nesta quinta-feira (21).

A possibilidade da realização dos testes nos funcionários da educação surgiu a partir do Projeto de Lei 109/2020, de autoria dos vereadores Rodrigo Farah (MDB) e Paulo Eduardo Gomes (PSOL). A medida pode dar mais segurança à comunidade escolar no momento em que as aulas forem restabelecidas na cidade.

Além da rede básica municipal de ensino, o projeto também é voltado para os docentes da rede particular que atuam na cidade.

As aulas presenciais estão suspensas em Niterói desde o dia 15 de março e, desde então, passou por prorrogações. Essa foi uma das primeiras medidas tomadas pelo Executivo para diminuir o risco de propagação do novo coronavírus.

Agora, a determinação da Prefeitura de Niterói é que os alunos não retornem às escolas até o dia 30 de junho. Estão sendo realizadas aulas online para não prejudicar o aprendizado.

Projetos relacionados ao novo coronavírus foram votados pelo Legislativo de Niterói - Foto: Divulgação

Niterói pode ganhar um memorial às vítimas da pandemia do novo coronavírus. É o que propõe o Projeto de Lei 95/2020, de autoria do vereador Ricardo Evangelista (Republicanos). A proposta foi aprovada pelo Legislativo em primeira discussão na tarde desta quinta-feira (21). Segundo o balanço municipal divulgado na noite desta quinta-feira (20), Niterói tem 85 óbitos em decorrência do novo coronavírus. 

A Câmara de Vereadores de Niterói ainda colocou em votação nesta quinta outras matérias que dizem respeito ao enfrentamento do novo coronavírus na cidade. A Casa avaliou propostas do Executivo e dos próprios parlamentares. No início da sessão, o presidente da Câmara, Milton Cal (Progressista), pediu um minuto de silêncio pela morte da mãe do vereador Renato Cariello (PDT).

Entre os projetos em pauta, estava o PL 97/2020, de autoria dos vereadores Paulo Eduardo Gomes e Renatinho, ambos do Psol, que estabelece a disponibilização de álcool gel no interior dos ônibus da cidade de Niterói. A matéria foi aprovada em primeira discussão. A proposta é necessária para aumentar a proteção dos passageiros, principalmente no momento de reabertura gradual do comércio, o que aumenta o fluxo de pessoas no transporte público.

Também votado nesta quinta, o PL 53/2020 estabelece a obrigatoriedade de uso de equipamentos de proteção individual no município durante o período de emergência pela covid-19. O projeto do vereador Betinho (PCdoB) foi aprovado em primeira discussão. Vale lembrar que o uso de máscaras se tornou obrigatório em Niterói pelos próximos três meses e, nesta quinta, entrou em vigor a aplicação de multa no valor de R$ 180 para quem não respeitar a determinação.

Os parlamentares ainda discutiram a compra de medicamentos com receita em farmácias da cidade. Nesses momento de pandemia, o vereador Ricardo Evangelista (Republicanos) propôs, através do PL 87/2020, aprovado em primeira discussão, que farmácias e drogarias aceitem a cópia da receita médica para remédio controlado.

Com o intuito de reduzir ainda mais o contágio do novo coronavírus, o PL 90/2020, dos vereadores Paulo Eduardo Gomes e Renatinho, propõe que instituições financeiras sejam obrigadas a oferecer máscaras e álcool em gel para os clientes que estiverem nas agências bancárias. As filas em bancos foram os principais pontos de aglomeração durante a quarentena em Niterói.

Controle

Durante o período de emergência, os vereadores querem ter mais controle sobre os contratos firmados pelo Executivo. Por conta disso, o PL 88/2020, aprovado em primeira discussão nesta quinta, trata do encaminhamento à Câmara Municipal de todas as informações sobre processos de contratações emergenciais da Prefeitura de Niterói, além da celebração de convênios firmados enquanto durar a pandemia e o estado de emergência no município. A proposta é de autoria dos vereadores Casota (PSDB) e Bruno Lessa (DEM).

Todas essas atividades deverão seguir as novas regras de higiene e de ocupação do espaço físico, para reduzir o risco para clientes e funcionários - Foto: Marcelo Feitosa

Niterói inicia, nesta quinta-feira (21), um plano de transição gradual para a nova normalidade. Neste primeiro momento, será reaberta a janela para atividades como óticas, lojas de materiais de construção, oficinas mecânicas e de bicicletas, atividades da construção civil, serviços médicos, odontológicos e de fisioterapia. As regras de restrição de circulação e isolamento social serão mantidas até 30 de junho e continuam liberadas as atividades essenciais que estão em funcionamento nas últimas semanas, como mercados e supermercados, farmácias, padarias, pet shops e postos de combustíveis. Todas essas atividades deverão seguir as novas regras de higiene e de ocupação do espaço físico, para reduzir o risco para clientes e funcionários.

A prática de exercícios físicos individuais na orla também será autorizada das 6h às 9h e de 16h às 22h para pessoas até 60 anos. Idosos acima de 60 anos poderão fazer atividades físicas entre 9h às 11h.

Em vídeo ao vivo nas redes sociais da Prefeitura de Niterói, o prefeito Rodrigo Neves explicou que o plano de transição gradual para a nova normalidade foi desenvolvido por um grupo de trabalho, que contou com a participação de técnicos da Prefeitura e especialistas do meio acadêmico. De acordo com Rodrigo Neves, o plano é baseado na ciência e nas melhores experiências internacionais. E, para isso, foram levados em conta critérios como a taxa de transmissão da covid-19 na cidade, taxa de letalidade e a retaguarda de leitos.

O prefeito enfatizou que a dinâmica de todo esse processo será condicionada pelo comportamento dos cidadãos e também pelo ciclo da epidemia. Caso seja necessário, poderá retroceder a estágios de restrição mais rígidos.

“Só foi possível planejar esta transição para um novo normal porque Niterói adotou um conjunto de medidas de proteção social e retaguarda da saúde”, ressaltou o prefeito. “Entre as medidas, destacam-se a sanitização de vias e comunidades, a testagem rápida da população, a abertura do centro de referência de quarentena, foco em vigilância epidemiológica, barreiras sanitárias, protocolo de aferição de temperatura, contratação de mais de 1.300 profissionais de saúde, ampliação de leitos, distribuição de máscaras e obrigatoriedade do uso deste equipamento de proteção nas ruas. Essas medidas achataram a curva de evolução da covid-19 na cidade, diminuíram a procura por unidades de saúde e, consequente, redução na ocupação de leitos, fazendo com que a cidade tivesse a menor taxa de letalidade na Região Metropolitana do Rio”, frisou ele.

O chefe do Executivo reforçou, ainda, que será criado um comitê científico de acompanhamento do plano de transição gradual para a nova normalidade. Esse comitê será presidido pelo reitor da UFF, Antonio Claudio Lucas da Nóbrega, e terá a participação de especialistas da universidade, da UFRJ e da Fiocruz.

“É importante frisar que não se trata de uma flexibilização ou afrouxamento das medidas de restrição da circulação. Em Niterói, fizemos o dever de casa. Graças à disciplina e perseverança dos cidadãos no isolamento social e às medidas inovadoras da Prefeitura, que foram reconhecidas nacional e internacionalmente, será possível iniciar o programa de transição gradual das atividades para uma nova normalidade. Com as medidas restritivas, a taxa de isolamento social em Niterói chegou a quase 90% do desejável”, enfatizou Rodrigo Neves. “Apesar de estarmos iniciando o plano de transição para o novo normal, a cidade vai permanecer em isolamento social e com bloqueios em seus acessos. A fiscalização nos acessos com municípios vizinhos será mantida, inclusive com a aferição da temperatura de todos os ocupantes dos veículos”, frisou.

O secretário municipal de Saúde, Rodrigo Oliveira, lembrou que será usado um sistema de cores para identificar estágios de combate ao novo coronavírus e níveis de restrição de circulação e isolamento social que serão colocados em prática. Os estágios terão as cores roxa (situação extremamente grave da pandemia, quando há a necessidade de lockdown), vermelho (situação muito grave, com restrições de circulação mais rígidas – estágio atual), laranja (atenção máxima) e amarelo (alerta). O sinal verde só deverá ser adotado quando estiver disponível uma vacina contra a covid-19.

“Com muita responsabilidade, cuidado e compromisso com a vida é que estamos vencendo essa batalha contra o novo coronavírus. Iniciamos, agora, uma nova etapa, uma nova fase da resposta. É importante dizer que o plano é uma medida de transição gradual para esse novo normal e vamos precisar nos acostumar com o sistema de cores que indicará em que estágio da doença estamos. Esse sistema de sinais de cores foi construído baseado nos indicadores da Saúde”, disse o secretário.

Durante o vídeo, o prefeito afirmou que shoppings, centros comerciais, bares e restaurantes continuarão fechados, assim como escolas e universidades. Parques e praças também não serão abertos e a orla será liberada apenas para atividades físicas individuais, continuando proibida a aglomeração de pessoas e a prática de esportes coletivos. Mercados e supermercados devem respeitar o horário específico para atendimento a idosos, entre 13h e 15h.

“A partir desta quinta-feira continuam fechadas praticamente todas as atividades que tenham aglomeração de pessoas. É importante que o cidadão compreenda que nós vamos conviver durante meses com uma situação difícil de restrição das atividades. Neste momento, o objetivo é a gente dar um sopro de vida para além do confinamento e ao mesmo tempo poder fazer com que o cidadão mantenha a aderência ao isolamento social”, disse o prefeito.

O secretário municipal de Ordem Pública, Paulo Henrique Moraes, frisou que a partir desta quinta-feira o uso de máscaras permanece obrigatório, com possibilidade de multa administrativa para quem não estiver usando a proteção nas ruas, dentro de estabelecimentos com atividades liberadas pelo município e durante a prática de atividade física individual.

“É fundamental também que se respeite o distanciamento social durante os exercícios na orla. Os estabelecimentos que não estão autorizados a funcionar devem continuar respeitando as normas. Caso o cidadão veja alguma irregularidade nas ruas, pode acionar o Cisp (Centro Integrado de Segurança Pública) pelo número 153”, pontuou.

Registro foi feito no último sábado (16) pela manhã - Foto: Reprodução/Twitter

Na manhã do último sábado (16), cerca de 30 golfinhos foram vistos nadando livremente na Baía de Guanabara. Eles estavam aproximadamente à 5 quilômetros da Fortaleza de Santa Cruz da Barra, bairro de Jurujuba, em Niterói.

Segundo o jornalista Emanuel Alencar, que fez uma publicação sobre o registro no Twitter, eles são da espécie Tursiops truncatus, conhecidos como golfinho-nariz-de-garrafa. No grupo de golfinhos, tinham adultos e cerca de 5 filhotes bem jovens.

Quem fez o registro dos animais foi o biólogo marinho Alexandre Moraes, morador da região de Pendotiba, que estava fazendo caça submarina e pesca esportiva, por hobby.

O registro foi feito por volta das 8h30, momento em que o grupo de golfinhos estava indo em direção à Itaipu.

Matéria foi aprovada pela Câmara de Niterói na noite desta quarta - Foto: Divulgação

Quiosqueiros, donos de bancas de jornal e produtores agroecológicos de Niterói serão incluídos no Programa Busca Ativa, iniciativa da Prefeitura de Niterói para reduzir os impactos econômicos provocados pela pandemia do novo coronavírus.

A medida foi aprovada pela Câmara de Vereadores na noite desta quarta-feira (20). A alteração da Lei 3.485/2020, que instituía o programa de auxílio financeiro, foi aprovada com duas emendas do vereador Paulo Eduardo Gomes (Psol).

O Busca Ativa beneficia categorias específicas com cadastro ativo no município até 31 de março de 2020, através da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos ou da Secretaria Municipal de Ordem Pública. Já estavam incluídos no auxílio os catadores de recicláveis, artesãos, vendedores ambulantes e profissionais da economia solidária. A Prefeitura de Niterói efetua o pagamento mensal de R$ 500 através de cartões de compra. O benefício, que antes era válido pelo período de três meses, foi prorrogado até dezembro.

O Legislativo ainda aprovou, também na noite desta quarta, a mensagem executiva 23/2020, que cria uma rede de proteção aos colaboradores e beneficiários de projetos e contratos do Município de Niterói. A medida foi aprovada em primeira discussão, com 15 votos favoráveis.

Motoristas de aplicativos

A Prefeitura de Niterói também quer ampliar o benefício financeiro aos motoristas de aplicativos de Niterói. Na semana passada, o Executivo publicou no Diário Oficial a regulamentação da lei que concede o auxílio emergencial de R$ 500 à categoria.

O prefeito Rodrigo Neves disse que solicitou das empresas a listagem dos motoristas que atuam na cidade para que possam, a partir disso, liberar a inscrição dos profissionais. O prazo é que essa relação seja enviada à prefeitura até sexta-feira e que o cadastro tenha início já na próxima semana.

Para ter direito ao benefício, os motoristas terão que comprovar que são moradores de Niterói e que já atuam no município há seis meses por, pelo menos, 30 horas semanais. O pagamento será efetuado através de um cartão pré-pago.

Ação social apoia os moradores da área que estivessem impossibilitados de trabalhar por conta da pandemia da covid-19 - Foto: Reprodução/Google

A Academia Brasileira de Letras participará, neste sábado (23), de ação social no Morro do Preventório, em Niterói, por meio de doação de livros.

No âmbito dessa iniciativa, o Comitê de Solidariedade do Morro do Preventório foi criado no início da quarentena com o intuito de apoiar os moradores da área que estivessem impossibilitados de trabalhar por conta da pandemia da Covid-19.

A ação da Academia reforça o compromisso que a instituição firmou com a sociedade para manutenção de seu projeto de levar cultura e conhecimento através da alimentação de bibliotecas públicas.

"Mesmo em tempos de pandemia, a Casa de Machado de Assis permanece vigilante, ao estreitar os laços de uma cultura solidária", declarou o Presidente Marco Lucchesi.

Já são quase 1500 casos confirmados da doença em moradores da cidade - Foto: Douglas Macedo / Prefeitura de Niterói

Intensa no combate a pandemia do novo coronavírus, o município de Niterói atingiu no boletim atualizado nesta quarta-feira (20) pela prefeitura 1.488 casos de Covid-19 confirmados em moradores da cidade. E nessa nova atualização o município contabilizou mais 4 casos fatais da doença em relação ao último boletim divulgado chegando a um total de 82 óbitos.  Na live de terça-feira (19) o prefeito divulgou 78 óbitos na cidade.

Dos pacientes confirmados com a covid-19, 839 estão em isolamento domiciliar e sendo acompanhados pela Fundação Municipal de Saúde, 61 se encontram hospitalizados e 506 recuperados. Vale ressaltar que o município segue firme no isolamento social que foi prorrogado pelo executivo até o dia 30 de junho, quando será feita uma nova avaliação. Vale lembrar que um plano de flexibilização gradual e responsável será colocado em prática nesta quinta-feira (21).

Rodrigo Neves ainda lembrou a população que os casos confirmados vão seguir aumentando ainda mais nos próximos dias por conta do programa de testagem massiva em moradores de Niterói através dos testes rápidos, que foram iniciados no dia primeiro de maio. Com isso o município já tem uma proporção de testes em relação a habitantes semelhante a de cidades de países desenvolvidos com em média um teste para cada dez pessoas

Pessoas não respeitavam o distanciamento de 2 metros nas primeiras horas de liberação da circulação - Foto: Reprodução/TV Globo

No primeiro dia da implementação do plano de transição gradual para a nova normalidade em Niterói, centenas de pessoas encheram o calçadão e a orla da Praia de Icaraí, na Zona Sul da cidade. Com a circulação e a prática de atividades individuais permitidas em rodízio de horários, muitas pessoas não respeitavam a determinação de distanciamento de 1,5 metro. Também é obrigatório o uso de máscaras, sob pena de multa de R$ 180.

Veja quais estabelecimentos podem funcionar a partir desta quinta-feira. 

De acordo com o decreto está autorizada a prática de exercícios físicos individuais na orla das 6h às 9h e de 16h às 22h para pessoas até 60 anos. Idosos acima de 60 anos poderão fazer atividades físicas entre 9h às 11h. Agentes da Guarda Municipal percorrem o calçadão para orientar as pessoas.

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, afirmou que o plano de transição gradual para a nova normalidade foi desenvolvido por um grupo de trabalho, que contou com a participação de técnicos da Prefeitura e especialistas do meio acadêmico. 

A flexibilização não é unanimidade nas redes sociais. Muitos internautas acham precipitado o retorno. "O isolamento social é muito importante. Prefeito, não perca o belo trabalho que foi feito. Não relaxe!", dizia um dos comentários. 

O deputado estadual Flávio Serafini (PSOL), divulgou em uma rede social, um abaixo-assinado contra as medidas de flexibilização adotadas pela prefeitura. 

"Os números de morte por coronavírus praticamente quintuplicaram no último mês em Niterói. Mesmo assim o prefeito Rodrigo Neves anunciou medidas de flexibilização e retomada parcial do comércio na cidade. Se a curva de contágio e óbitos ainda não estabilizou nem chegou em seu pico, esse não é o momento de relaxar as medidas de distanciamento social. Não é hora de descartarmos todo o trabalho de conscientização feito até agora. Precisamos reafirmar as medidas de isolamento e intensificar as políticas sociais para garantir que nossa população possa estar protegida em suas casas", disse Serafini.

Quem não estiver usando o equipamento será multado - Foto: Marcelo Feitosa

A Câmara de Vereadores de Niterói aprovou o uso obrigatório de máscaras na cidade durante os próximos três meses. A mensagem executiva 26/2020 foi votada nesta quarta-feira (20) e aprovada em 2ª discussão, com 12 votos favoráveis.

O uso de máscaras nas ruas já era recomendado através de um decreto, no entanto, não era passível de multa até então. A partir desta quinta-feira (21), quando começa a abertura gradual do comércio, quem não estiver usando máscara será multado em R$ 180. Essa penalidade, portanto, valerá pelos próximos três meses.

A multa será aplicada por agentes da Guarda Municipal, que estão com a responsabilidade de fiscalizar o uso do equipamento de proteção pelos niteroienses.

Até a sexta-feira, os microempreendedores receberão um aviso por e-mail sobre o dia, horário e local para retirarem seus cartões - Foto: Berg Silva/Prefeitura de Niterói

A secretária municipal de Fazenda, Giovanna Victer, informou que serão entregues, entre segunda (25) e quarta-feira (27), os cartões para os microempreendedores individuais do município que estão com inscrições ativas no cadastro da Secretaria Municipal de Fazenda, residam no município, e tenham solicitado, entre os dias 8 e 14 de maio, a adesão ao programa para o recebimento de um auxílio de R$ 500, por três meses, através de um cartão de compras. Até a sexta-feira (22), os MEIs cadastrados receberão um aviso por e-mail sobre o dia, horário e local para retirarem seus cartões. Também será possível fazer a consulta no site da SMF.

As empresas que se cadastraram na repescagem do programa Empresa Cidadã 1 receberam nesta quarta-feira (20) o depósito para o pagamento dos funcionários indicados no momento da adesão. Pelo programa em que o poder público municipal vai fazer o pagamento de um salário mínimo, por três meses para até nove empregados de empresas, entidades religiosas e organizações sindicais com até 19 funcionários e alvará na cidade. Como contrapartida, as empresas se comprometem a não reduzir seu número de funcionários até seis meses após a adesão ao programa.

Além disso, ficam abertas até o próximo dia 26 (terça-feira) as inscrições para o cadastro do Empresa Cidadã 2, que vai preservar 5 mil postos de trabalho de empresas com até 40 funcionários. A nova etapa do programa, que terá inscrições até o dia 26, vai incluir clubes e entidades filantrópicas de Niterói, que terão o auxílio no pagamento de até 20 funcionários, sem número máximo de empregados. A inscrição pode ser feita no site: https://www.empresacidada.niteroi.rj.gov.br/.

O secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão, Axel Grael, lembrou que nesta quarta-feira (20) foi efetuado o segundo crédito para os beneficiários do programa assistencial Renda Básica Temporária, inscritos no CadÚnico e que têm a primeira letra do nome de N até Z. Já aqueles que foram incluídos na segunda etapa do programa – famílias de alunos da rede municipal de ensino não inscritas no CadÚnico – e receberam seus cartões até a última sexta-feira (15), o crédito será feito nesta quinta-feira para quem tem nome iniciado por letras de A a J. No dia 22, iniciais de K a Z.

O pagamento dos benefícios sociais emergenciais Renda Básica Temporária e Busca Ativa foi prorrogado até dezembro deste ano. Por meio destes programas, famílias niteroienses que mais precisam recebem um auxílio de R$ 500 por mês. Niterói foi a primeira cidade da Região Metropolitana a adotar medidas sociais e econômicas para reduzir os impactos provocados pela crise do novo coronavírus. Cerca de 50 mil famílias niteroienses estão sendo atendidas pelos programas sociais emergenciais.

Abordagem agora será feita em vários pontos do município - Foto: Luciana Carneiro / Prefeitura de Niterói

Medida antes adotada somente nas barreiras e em alguns poucos pontos do município, a aferição da temperatura corporal das pessoas será ampliada por toda a cidade de Niterói. De acordo com o anúncio do prefeito Rodrigo Neves, feito na noite desta quarta-feira (20), todos os guardas municipais que atuam no município terão o equipamento de testagem da temperatura. 

Os agentes farão a abordagem das pessoas que estiverem nas ruas. Caso seja verificado que a pessoa está com febre, ela será orientada a procurar as unidades básicas de saúde de Niterói para que sejam feitos os exames necessários, assegurando o tratamento, caso estejam com covid-19. Os bloqueios nos pontos limítrofes serão mantidos e reforçados, segundo a prefeitura. 

Rodrigo Neves ainda lembrou que o uso de máscara é obrigatório em toda a cidade e, a partir desta quinta-feira (21), haverá multa de R$ 180 para quem não cumprir a determinação. 

Flexibilização

Nesta quinta, Niterói flexibiliza o isolamento social rígido. O plano de transição conta com um sistema de cores que identifica os estágios do combate ao coronavírus na cidade e os níveis de restrição de circulação e isolamento social. Os estágios terão as cores preta (situação extremamente grave da pandemia), vermelho (situação muito grave, com restrições de circulação mais rígidas - estágio atual), laranja (atenção máxima) e amarelo (alerta). O sinal verde só deverá ser adotado quando estiver disponível uma vacina contra a covid-19. Esse plano de retomada gradual foi desenvolvido pela Prefeitura de Niterói com apoio da Fiocruz, UFF e UFRJ.

De acordo com o prefeito, a cidade entra agora no estágio laranja. Com isso, será permitido o funcionamento de lojas de material de construção, oficina mecânica, serviços médicos e odontológicos e óticas. Shopping, centros comerciais, escolas, universidades, praças públicas, cinemas, teatros, restaurantes, bares e clubes continuam fechados.

Entre sexta e sábado, será realizado um conjunto de treinamentos e protocolos de medidas que serão tomadas pelas atividades permitidas no sinal laranja. A partir da próxima segunda-feira (25), também passam a funcionar os escritórios de contabilidade e de advocacia.

As praias de Niterói estavam interditadas desde o dia 19 de março. A partir desta quinta-feira, a circulação volta a ser permitida para atividades individuais, porém com esquema de rodízio de horários e com uso obrigatório de máscaras, sob pena de multa de R$ 180. Das 6h às 9h e das 16h às 22h para pessoas abaixo de 60 anos e das 9h às 11h para idosos. A prefeitura não informou como será feito o controle das pessoas na orla.

As sete barreiras sanitárias instaladas em pontos estratégicos da cidade continuam até o dia 30 de junho. Quando implementadas, no início de maio, agentes de segurança pública aferiam a temperatura de todos os ocupantes dos veículos. Ao longo do tempo, essa fiscalização foi sofrendo um afrouxamento.

Com as novas medidas, o Executivo não esclareceu de que forma será feita a abordagem para a entrada de veículos em Niterói, visto que o movimento vai aumentar consideravelmente após a abertura de parte do comércio.

Live da Prefeitura

Após a realização de mais uma live diária da Prefeitura de Niterói, para informar à população sobre os dados atualizados do coronavírus, o prefeito também citou como funcionará o esquema de flexibilização responsável da cidade agradecendo a perseverança do povo niteroiense e também o trabalho de sua equipe. Segundo ele Niterói não tem "política de avestruz".

"Não adianta o governante fazer que nem avestruz e botar a cabeça no buraco. Tem que encarar e resolver". disse Rodrigo, prefeito de Niterói.

Mais Artigos...

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.