28
Qui, Maio

Família que perdeu patriarca para a c-19 arrecada fundos para distribuir cestas - Foto: Arquivo pessoal

A família Demezio, que reside em Icaraí, Niterói, sempre foi muito unida e em um momento de grande dificuldade teve que se aproximar ainda mais. Das 12 pessoas que formam o núcleo familiar, sete foram infectadas pelo novo coronavírus. A doença deixou uma ferida profunda: a morte de Benedito Demezio da Silva, de 83 anos, pai de quatro filhos, mais uma vítima da doença na cidade.

Apesar da tristeza, a família busca amenizar a dor através da exercício da solidariedade, prática que era uma das características mais marcantes do patriarca. Os filhos e netos de Benedito decidiram reunir recursos para doar cestas básicas para as famílias que estão necessitadas durante a pandemia.

“Quando uma situação dessa acontece, a melhor maneira de amenizar o impacto da dor é buscar aliviar o drama de muitos que ainda estão sendo vitimados. Ainda há famílias inteiras sofrendo não somente a dor da perda, mas também a falta de alimento. Nesse momento nosso maior intuito é gerar consciência nas pessoas, no sentido da gravidade da doença e quais alternativas as pessoas podem tomar para se prevenir, porque a situação é muito grave mesmo. Além disso, queremos colaborar com famílias que possam estar passando por um momento delicado”, disse José Geraldo, filho de Benedito.

O intuito de conscientizar sobre a gravidade da covid-19 acontece porque a família acredita que o momento da disseminação da doença, entre eles, aconteceu no dia 15 de março, quando foi celebrada a festa de 50 anos de José Geraldo. Alguns dias após a celebração, membros da família tiveram a confirmação da doença. Até que no Domingo de Páscoa, infelizmente, a família perdeu seu Benedito, após 12 dias de internação.

 

Passado o momento inicial do luto, a família Demezio decidiu que iria ajudar outras famílias que precisam de auxílio neste momento difícil.

Os familiares passaram a arrecadar recursos para doar cestas básicas para famílias necessitadas. O somatório da arrecadação é convertido na compra de cestas básicas que estão sendo vendidas pelo grupo Hortifruti Natural da Terra. Todas as cestas serão doadas para duas instituições de Niterói: a Paróquia Sagrados Corações, na Ponta da Areia; e o Grupo Espírita da Fé, em Santa Rosa.

Doações podem ser feitas por meio das contas de Clarissa Viana Demezio da Silva, do Banco do Brasil, Ag. 3788-5, Conta 142000-x, CPF: 078264497-07; de Márcia Viana Demezio da Silva, Bradesco, Ag. 0887, conta 070359-1, Caixa, Ag. 0175, conta 035463- 6, CPF: 929495417-04; Marcelo Demezio da Silva, Santander, Ag. 1553, conta 01006841-8, CPF: 082068937-84; e José Geraldo Demezio da Silva, Itaú, Ag 6023, conta 13516-0, CPF: 012971157-83.

Dessa maneira, é possível continuar atendendo os clientes durante este período de isolamento social - Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

A Associação Comercial e Industrial do Estado do Rio de Janeiro (ACIERJ), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Niterói e a SindiLojas uniram forças com a plataforma de e-commerce Solução Loja Integrada para permitir que lojistas locais criem sua própria loja virtual de graça e deixem com a cara do negócio em menos de um dia.

Vender pela internet é uma das alternativas para aquelas lojas que precisam continuar atendendo seus clientes mesmo de portas fechadas. Através da ferramenta grátis da Loja Integrada é possível manter o empreendimento, além da facilidade e da rapidez que a compra online oferece.

Dessa maneira, é possível continuar atendendo os clientes durante este período de isolamento social.

A ideia é apoiar os microempreendedores locais neste momento delicado.

Para criar a sua loja virtual, acesse: https://migrar.lojaintegrada.com.br/apoie-o-pequeno

A prefeitura confirmou 1.295 casos de Covid-19 em moradores da cidade - Douglas Macedo

Intensa no combate a pandemia do novo coronavírus, o município de Niterói atingiu no boletim atualizado nesta segunda-feira (18) pela prefeitura 1.295 casos de Covid-19 confirmados em moradores da cidade. O número mostra um aumento de 9 casos em relação ao que foi registrado no domingo, quando eram 1.286 pacientes. E nessa nova atualização o município contabilizou mais 4 casos fatais da doença em relação ao último boletim divulgado chegando a um total de 74 óbitos.  Na live de domingo (17) o prefeito divulgou 70 óbitos na cidade. Vale ressaltar que no boletim divulgado pelo estado, o município já contabiliza 1.968 casos.

Dos pacientes confirmados com a covid-19, 663 estão em isolamento domiciliar e sendo acompanhados pela Fundação Municipal de Saúde, 65 se encontram hospitalizados e 493 recuperados. Vale ressaltar que o município segue firme no isolamento social que foi prorrogado pelo executivo até o dia 20 de maio, quando será colocado um plano de flexibilização gradual e responsável na cidade. O lockdown ainda está sendo realizado no município.

Rodrigo Neves ainda lembrou a população que os casos confirmados vão seguir aumentando ainda mais nos próximos dias por conta do programa de testagem massiva em moradores de Niterói através dos testes rápidos, que foram iniciados no dia primeiro de maio. Com isso o município já tem uma proporção de testes em relação a habitantes superior a cidades de países desenvolvidos com em média um teste para cada dez pessoas.  O prefeito ainda ressaltou que já foram realizados mais de 6 mil testes em moradores da cidade.

O chefe do executivo ainda reforçou a importância da perseverança na quarentena, garantindo que Niterói já está vencendo a luta contra a doença.

Ela foi vereadora na cidade entre 1993 e 1996 - Foto: Arquivo pessoal

Morreu, neste final de semana, a professora Maria Yvone Valadares Silva do Amaral, aos 92 anos. Ela atuou em diversos colégios de Niterói, com destaque para o Liceu Nilo Peçanha, e foi vereadora na cidade entre os anos de 1993 e 1996. De acordo com seu filho, Mário Campos Amaral, sua mãe era movida pela vontade de ajudar as pessoas.

"Ela trabalhou em quatro colégios entre eles Guilherme Briggs, Colégio da PM e o Liceu por mais de 40 anos, como diretora até 1992 quando se aposentou. Atuou também no Conselho Estadual de Educação. Até 10 anos atrás ela continuava trabalhando, quando a saúde dela começou a degradar. Ela sempre gostou de ajudar muito as pessoas", disse Mário.

O falecimento, por causas naturais, aconteceu no domingo (17). O corpo da professora Maria Yvone foi cremado, em cerimônia particular, no Cemitério São Francisco Xavier, no Caju, Zona Portuária do Rio de Janeiro. Ela deixa três filhos, sete netos e cinco bisnetos.

Ideia é que os moradores de Niterói ofereçam seu apoio em forma de aplausos direto da janela - Foto: Divulgação

Os profissionais de saúde e de serviços essenciais têm sido essenciais e estão na linha de frente do combate à covid-19, sendo considerados os “heróis da pandemia”. O projeto #NiteroiAplaudeQuemCuida convida mais uma vez, nesta terça-feira (19), às 20h, os moradores da cidade para aplaudir e homenagear da janela de suas casas estes profissionais.

O movimento é uma forma de agradecer aos heróis da saúde e de todos os serviços essenciais, pois graças a eles, os moradores de Niterói podem se proteger e respeitar o isolamento social devidamente.

A ideia é que os niteroienses ofereçam seu apoio em forma de aplausos direto da janela, varanda ou quintal, sem aglomeração para não colocar vidas em risco, homenageando profissionais de saúde, trabalhadores de serviços essenciais, guardas, assistentes sociais, agentes de supermercados, caixas e garis, entre outras categorias. A Prefeitura de Niterói apoia o movimento.

 “A população de Niterói vai mostrar sua gratidão aos nossos heróis. Eles estão na linha de frente no combate a esse inimigo invisível e merecem todo nosso apoio. Não somos profissionais para salvar vidas nos hospitais, mas podemos cuidar uns dos outros fazendo a nossa parte que é ficar em casa para evitar que o vírus se espalhe. Niterói vem vencendo essa batalha porque os niteroienses estão perseverando no isolamento social”, afirmou o prefeito Rodrigo Neves.

Educador chegou a ser diagnosticado com a covid-19, foi curado, mas desenvolveu problemas cardíacos - Foto: Arquivo pessoal

Niterói perdeu, neste final de semana, o professor Arthur Santa Rosa, que atuou na Secretaria Municipal de Educação no ano 2000. Ele chegou a ser diagnosticado com a covid-19 e passou 19 dias internado. Mas, de acordo com sua esposa, Mauricéia Ferreira, ele já estava curado da doença, mas acabou não resistindo à complicações cardíacas.

"Não dá para descrever o Arthur em palavras, era um homem que não ligava para dinheiro. Ele dava valor às pessoas mais simples que a maioria vê na rua e não enxerga. A vida foi descobrindo ele e ele foi descobrindo a vida, ele era um homem muito alegre e vivia intensamente. Era muito carinhoso com todos", disse sua esposa.

Arthur faleceu no sábado (16) e seu sepultamento foi realizado no domingo (17) no jazigo da família, no Cemitério Parque da Colina, no bairro Cantagalo, em Niterói, em cerimônia restrita a familiares. O professor deixa um casal de filhos, além de netos.

Cidade prepara volta de atividades após dois meses de isolamento - Foto: Marcelo Feitosa

Após quase dois meses do início das medidas de isolamento social, Niterói se prepara para colocar em pratica um plano de normalização gradual das atividades. O anúncio foi feito no último domingo (17) pela Prefeitura da cidade e os detalhes do plano deverão ser apresentados na terça-feira (19).

Em um primeiro momento, deverão ser autorizados a abrir as portas óticas, lojas de material de construção, consultórios e clínicas médicas e dentistas, oficinas mecânicas, cicles, lojas de colchão, concessionárias de veículos e salões de beleza. Além disso, atividades físicas em calçadões e praias deverão ser liberadas em horários específicos.

A transição para a "nova normalidade" será iniciada na próxima quinta-feira (21). Segundo o Município, o plano está sendo desenvolvido por técnicos da prefeitura, especialistas da Fiocruz, UFF, UFRJ e representantes de entidades empresariais. Ainda assim, o prefeito Rodrigo Neves (PDT) pede disciplina à população e segue afirmando que o isolamento social é a melhor estratégia de prevenção ao novo coronavírus.

“As ações da Prefeitura de Niterói estão sendo desenvolvidas com base na ciência e na análise de experiências internacionais que foram bem-sucedidas no combate ao coronavírus. É importante ressaltar que o isolamento social continua sendo a nossa maior arma e que só devemos sair às ruas em caso de extrema necessidade, e sempre usando máscaras. Contamos com o apoio, a perseverança e a disciplina dois niteroienses para o sucesso dessa transição gradual para uma nova normalidade”, disse o prefeito.

Fiscalização

Um retorno gradual às atividades não significa relaxamento na fiscalização e restrições. De acordo com o secretário de Ordem Pública, Paulo Henrique de Moraes, a verificação de temperatura será ampliada para pessoas que estejam circulando dentro da cidade. A medida já é feita para cidadãos que passam pelas barreiras sanitárias para ter acesso ao município.

“Esta semana vamos ampliar a fiscalização com verificação de temperatura também para quem está circulando dentro da cidade. Quem estiver com a temperatura acima do normal será encaminhado para as nossas unidades de saúde. Vamos manter as restrições para mantermos o achatamento da curva, mas ainda é importante que todos fiquem em casa”, afirmou Paulo Henrique.

Escala irá do preto (situação extremamente grave) ao verde (normal). Plano de transição gradual para uma nova normalidade será apresentado nesta terça-feira (19) - Foto: Berg Silva / Prefeitura de Niterói

 Niterói terá um sistema de cores para identificar os estágios do combate ao coronavírus na cidade e os níveis de restrição de circulação e isolamento social que serão colocados em prática. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (18) pelo prefeito Rodrigo Neves em pronunciamento nas redes sociais. Os estágios terão as cores preta (situação extremamente grave da pandemia), vermelho (situação muito grave, com restrições de circulação mais rígidas – estágio atual), laranja (atenção máxima) e amarelo (alerta). O sinal verde só deverá ser adotado quando estiver disponível uma vacina contra a Covid-19.
 
O plano de retomada gradual das atividades na cidade está sendo desenvolvido por um grupo de trabalho formado por especialistas e técnicos da Prefeitura e conta com critérios como a taxa de transmissão da Covid-19, taxa de letalidade e a retaguarda de leitos.

“Graças à disciplina e perseverança dos cidadãos de Niterói e às medidas inovadoras da Prefeitura, que foram reconhecidas nacional e internacionalmente, nós vamos iniciar um programa de transição gradual das atividades para uma nova normalidade, sempre com o devido cuidado com a saúde pública”, destacou o prefeito. “A dinâmica desse processo será condicionada pelo comportamento dos cidadãos e também pelo ciclo da epidemia. Caso seja necessário, poderemos retroceder a estágios de restrição mais rígidos”.

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira (18), Niterói tem 1.295 casos confirmados de Covid-19, com 663 em isolamento domiciliar sendo acompanhados pela Fundação de Saúde do Município. A cidade registra, até o momento, 74 óbitos e tem 493 pacientes recuperados.
 
Renda Básica Temporária – Os beneficiários do programa assistencial da Prefeitura que receberam o cartão na primeira fase do programa –  famílias inscritas no CadÚnico – tiveram seu primeiro crédito efetuado no dia 29 de abril. Para estas famílias, a segunda carga foi antecipada para os dias 18, 19 e 20 de maio. Nesta segunda-feira, o crédito foi efetuado para quem tem a letra inicial do nome de A até F. Na terça-feira (19), será a vez daqueles com as iniciais de G até M. Na quarta-feira (20), para quem tem o nome iniciado de N até Z. Já aqueles que foram incluídos na segunda etapa – famílias de alunos da rede municipal de ensino não inscritas no CadÚnico – e receberam seus cartões até a última sexta-feira (15), o crédito será feito nos dias 21 e 22 de maio. No dia 21, quem tem nome iniciado por letras de A a J. No dia 22, iniciais de K a Z.

O pagamento dos benefícios sociais emergenciais Renda Básica Temporária e Busca Ativa foi prorrogado até dezembro deste ano. Por meio destes programas, famílias niteroienses que mais precisam recebem um auxílio de R$ 500 por mês. Niterói foi a primeira cidade da Região Metropolitana a adotar medidas sociais e econômicas para reduzir os impactos provocados pela crise do coronavírus. Cerca de 50 mil famílias niteroienses estão sendo atendidas pelos programas sociais emergenciais.

Homenagem - O movimento #Niteróiaplaudequemcuida terá uma segunda edição nesta terça-feira (19) para homenagear os profissionais que estão na linha de frente do combate ao coronavírus na cidade. Organizado por diversas entidades da sociedade civil e com apoio da Prefeitura de Niterói, o movimento pede que a população vá para as janelas e varandas de suas casas às 20h para aplaudir e demonstrar gratidão a profissionais de saúde, trabalhadores de serviços essenciais, guardas, assistentes sociais, agentes de supermercados, caixas e garis, entre outras categorias.

Projeto está sendo desenvolvido por técnicos da prefeitura, especialistas da Fiocruz, UFF, UFRJ e representantes de entidades empresariais - Foto: Douglas Macedo/Prefeitura de Niterói

A Prefeitura de Niterói inicia na próxima quinta-feira (21) uma transição gradual para uma nova normalidade. O anúncio foi feito neste domingo (17) pelo prefeito Rodrigo Neves, em pronunciamento nas redes sociais. O plano, que está sendo desenvolvido por técnicos da prefeitura, especialistas da Fiocruz, UFF, UFRJ e representantes de entidades empresariais será apresentado na terça-feira (19).

“As ações da Prefeitura de Niterói estão sendo desenvolvidas com base na ciência e na análise de experiências internacionais que foram bem-sucedidas no combate ao coronavírus. É importante ressaltar que o isolamento social continua sendo a nossa maior arma e que só devemos sair às ruas em caso de extrema necessidade, e sempre usando máscaras. Contamos com o apoio, a perseverança e a disciplina dois niteroienses para o sucesso dessa transição gradual para uma nova normalidade”, afirmou o prefeito.

O secretário de Ordem Pública, Paulo Henrique de Moraes, disse que quase seis mil pessoas já acionaram o número 153 desde o dia 19 de março, com chamadas relacionadas ao covid 19, incluindo dúvidas sobre os benefícios concedidos pela Prefeitura, denúncias contra descumprimento das leis de prevenção sanitárias por parte de comércio, bancos supermercados entre outras demandas. O número é atendido por Guardas Municipais do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) que direcionam a demanda de acordo com órgão.

“Esta semana vamos ampliar a fiscalização com verificação de temperatura também para quem está circulando dentro da cidade. Quem estiver com a temperatura acima do normal será encaminhado para as nossas unidades de saúde. Vamos manter as restrições para mantermos o achatamento da curva, mas ainda é importante que todos fiquem em casa”, orientou Paulo Henrique.

Boletim 

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado neste domingo (17), Niterói tem 1.286 casos confirmados de Covid-19, com 650 em isolamento domiciliar sendo acompanhados pela Fundação de Saúde do Município. A cidade registra, até o momento, 70 óbitos e tem 491 recuperados.

Associação quer retomar as atividades no dia 21, caso não haja novas restrições - Foto: Divulgação

A Pestalozzi de Niterói continuará com seus atendimentos suspensos, obedecendo o decreto municipal que prorrogou as medidas restritivas até o dia 20 de maio, próxima quarta-feira. A instituição pretende retomar as atividades no dia 21, caso não ocorra novas medidas restritivas por parte das autoridades do município e ou do Estado.

Em nota divulgada aos usuários, a Pestalozzi se comprometeu a retomar o tratamento de todos os seus usuários, tão logo a situação epidemiológica do país volte aos padrões de normalidade. A associação ainda afirmou que não medirá esforços para a regularização de todos os atendimentos não realizados durante a pandemia.

"Reafirmamos mais uma vez que a medida se faz necessária já que a instituição, como Centro Especializado em Reabilitação (CER) atua diretamente com uma clientela de baixa imunidade, com deficiência intelectual e física e com dificuldades motora e respiratória, o que as torna, mais vulnerável ao covid-19. A restrição imposta pelo Decreto Municipal, contribui para diminuir a propagação do coronavírus entre a população", divulgou a Pestalozzi. 

Douglas Gomes, que estava a frente do movimento, acabou detido - Imagem: Reprodução de vídeo vinculado no Facebook

Em plena fase de isolamento social para tentar contar a pandemia de Covid-19, uma tentativa de promover uma carretada terminou na delegacia na manhã deste domingo (17), na zona sul de Niterói.

Ao tentar insistir na realização da manifestação, aglomerando pessoas nas ruas, Douglas Gomes, reconhecido como liderança do grupo de manifestantes contra as medidas de isolamento adotadas, foi detido pela PM  e multado em R$50 mil por cometer crime contra a saúde coletiva e violar medida sanitária e preventiva. 
 
Com cerca de 50 manifestantes, a carreata que acabou frustrada teve início em Charitas por voltas das 10h. E Douglas, que é pré-candidato a vereador de Niterói pelo PTC, foi levado para 79ª DP em Jurujuba.
 
Pelas redes sociais, mesmo após ser detido e multado, Gomes manteve sua posição e criticou diretamente o Governador do Estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel.

Mais Artigos...

Inscreva-se através do nosso serviço de assinatura de e-mail gratuito para receber notificações quando novas informações estiverem disponíveis.